Samuel – O menino pedido ao Senhor

Oi, criançada! Vamos conhecer a história de Samuel. Que história! Espero que vocês gostem!!!

Há muitos e muitos anos atrás, nas terras de Efraim, havia um homem chamado Elcana casado com Ana que não podia ter filhos. Por causa disso Ana era muito infeliz e vivia chorando pelos cantos. E pra completar, Elcana havia tido filhos com outra mulher, Penina, que vivia zombando de Ana. (Ah, que feio!!!) Ela falava: “Ei, Ana bobona, eu tenho filhos e você, não”. Aí que Ana chorava mesmo. E Elcana já não sabia mais o que fazer. Dizia pra Ana: “Ana, por favor, não chora, porque eu sou melhor que 10 filhos para ti”. Mas Ana não queria saber. Queria porque queria ter filhos.

Todo ano, como era o costume, eles iam à Silo, orar e ofertar ao Senhor. E nessa ocasião Ana se derramou mais ainda em lágrimas diante do altar do Senhor. Ana pediu ao Senhor um filho e fez um voto de que se o Senhor a ouvisse ela entregaria o menino para servi-lo no templo, durante toda a sua vida. E Ana orava ao Senhor só mexendo os lábios de maneira que o sacerdote do templo, Eli, que a observava pensou que ela estivesse embriagada e disse “Mulher, por que bebes vinho?” Ana então explicou que não tinha bebido nada, não. Ela era uma mulher de Deus e contou para o sacerdote o motivo da sua aflição e do seu pranto. Eli disse: “Então vai em paz e que o Deus de Israel atenda ao teu pedido”.

E Ana foi e o seu rosto não era mais triste. Sabem por quê, crianças? Ana ficou cheia de fé. Acreditou que o Senhor a atenderia. Um tempo depois Ana engravidou. Que felicidade! E o menino nasceu e recebeu o nome de Samuel, e Ana esperou Samuel parar de mamar e juntamente com seu esposo Elcana o levou ao templo para ser consagrado ao Senhor e o entregou a Eli.

Ana estava tão feliz e agradecida que levou também ofertas e fez um lindo cântico ao Senhor, que entre outras palavras dizia: “Não há santo como é o Senhor, porque não há outro fora de ti, e rocha nenhuma há como o nosso Deus”. Que lindo, não é, crianças?


E Samuel? Ah, Samuel ficou morando no templo e aprendendo tudo sobre os assuntos do Senhor, porque um dia ele iria se tornar um grande sacerdote e profeta de Deus.

Mas seus pais Elcana e Ana não o abandonaram, não. Todo ano eles o visitavam quando iam ao templo orar ao Senhor e Ana trazia-lhe roupinhas novas. E Ana por ser fiel ao Senhor e por ter cumprido o voto que fez para com Ele, foi abençoada com mais 5 filhos: 3 meninos e 2 meninas.


Os filhos de Heli eram maus, desobedientes e roubavam coisas do Templo. Isso desagradava a Deus. Samuel, ainda criança, já trabalhava no Templo do Senhor. Todos os anos sua mãe vinha visitá-lo e trazia para ele uma túnica branca de linho. O menino ia crescendo e era bom tanto diante do Senhor quanto para os homens.

DEUS CHAMA SAMUEL

Numa noite, todos já estavam deitados quando Deus chamou Samuel:
“Samuel, Samuel!”
Samuel pensou que fosse Heli, correu até ele e disse:
“Estou aqui, o senhor me chamou?”
Mas Heli disse:
“Não, não chamei você, vá dormir.”
Samuel se deitou de novo. Deus tornou a chamar pelo nome de Samuel. O menino, achando que tivesse sido Heli, foi até o profeta, que mais uma vez disse que não havia chamado por Samuel. E isso aconteceu ainda mais outra vez. Então Heli percebeu que deveria ser Deus tentando falar com Samuel e disse:
“Samuel, vá se deitar e, se novamente chamarem pelo seu nome, diga: ‘Fale, Senhor, que eu, que sou seu servo, estou escutando. ’”
Então Samuel voltou a se deitar. Veio o Senhor e o chamou como das outras vezes:
“Samuel, Samuel!”
E Samuel disse:
“Fale, Senhor, que eu, que sou seu servo, estou escutando.”
E Deus disse a Samuel que não estava contente por Heli saber dos crimes que os filhos dele cometiam e não fazer nada para corrigi-los. Essa foi a primeira vez em que Deus falou diretamente a Samuel.
Assim, Samuel crescia e o Senhor estava com ele. Samuel nunca desobedecia a Deus e, por isso, Deus continuava se manifestando a ele. E então todo o povo de Israel reconheceu que Samuel era um profeta do Senhor.


2 comentários:

Tio Fausto - Apascentar os Pequeninos disse...

Ana Paula... Graça e Paz! Estava pesquisando atividades para lição de Samuel e encontrei aqui no seu blog, me permita usa-las, e também o texto. Havia preparado um texto com dizeres da própria Bíblia, mas gostei muito do seu resumo! Fique com Deus!

Ana Paula disse...

Fique à vontade, tio Fausto!
Deus o abençoe!!!